Últimas Notícias:

[Resenha] - Um Estudo em Vermelho, Arthur Conan Doyle

Olá leitores!


Gênero: Investigativo, Ficção Britânica
Título (Original): A Study in Scarlet
AutorArthur Conan Doyle
Editora: Ática         
Páginas: 253
Edição/Ano: 2° Edição, 1996




O cadáver de um homem, nenhuma razão para o crime. É a primeira investigação de Sherlock Holmes que fareja o assassino como um “cão de caça”. Lamentava-se de que “não há mais crimes nem criminosos nos nossos dias”, quando, nesse instante, recebe uma carta a pedir a sua ajuda — o cadáver de um homem foi encontrado numa casa desabitada, mas não há qualquer indício de roubo ou da natureza da morte. Sherlock Holmes não resiste ao apelo, mas sabe que o mérito irá sempre para a Polícia. -Skoob





Porque este livro?

Eu já tinha lido outro livro do Sir. Arthur Conan Doyle chamado “O Cão de Baskerville” mas faz uns dois anos e ainda lembro que amei a estória, então queria ler outro livro do Doyle e o único que me veio em mente – e o que único que eu tinha em casa – foi “Um Estudo em Vermelho”.


Enredo
  Escrito em primeira pessoa, pelo ponto de vista do querido Dr. Watson o livro é a primeira aventura do maravilhoso investigador Sherlock Holmes. A estória foi publicada na revista Beeton’s Christmas Annual em 1887, quando Doyle ainda não era Sir, encantou seus leitores logo de imediato, e não foi por menos já que se tratava do melhor investigador que o mundo literário já havia visto.

  Voltando ao enredo, somos apresentados ao Dr. John H. Watson a procura de um local para morar que seja barato e limpo, em contra tempo o “cientista maluco” Sr.Holmes também está à procura de um lugar para morar e é ai que eles se conhecem.

 De imediato o Dr.Watson percebe que seu novo companheiro de apartamento não é um homem como os outros, ele tem suas peculiaridades que não são poucas que vão desde tiques a doses de venenos e si mesmo.

  Com o passar dos dias Watson fica cada vez mais curioso com a profissão do homem, e também com o tamanho conhecimento sobre variados assuntos que Holmes guarda dentro de si. Até que um dia um homem da polícia bate em suas portas pedindo ajuda a Sherlock em um caso misterioso de assassinato sem ferimentos em uma antiga casa abandonada.


Narrativa

  Não tem como não se apaixonar pela escrita, tudo nela é convidativo. O suspense é na medida correta e o Holmes ele é fascinante, louco, mas indescritivelmente fascinante.

   Não sei se é correto comparar Doyle com Agatha Christie, porém me arrisco a dizer que a escrita dele é centenas de vezes melhor do que da Agatha, porém não vou deixar de lê-la rsrs.



Conclusão

  Amei o livro, recomendo a todas os leitores de todas as idades! E tenho certeza de que Um Estudo em Vermelho é o meu livro favorito do autor!

  Estou pensando em ler os livros do Doyle em ordem de escrita cronológica o que acham?

“(...) Conan Doyle comentou que Bell daria um detetive, voltado a métodos científicos, um tanto parecido com o Auguste Dupim de Edgar Allan Poe, um de seus autores favoritos.” – Conan Doyle – Como se fabrica um detetive. (Edição Editora Ática)

Ele gostava do Poe <3.

Classificação 5/5 Favorito!
 








Sir Arthur Ignatius Conan Doyle (22 de Maio de 1859 – 7 de Julho de 1930) foi um escritor e médico britânico, nascido na Escócia, mundialmente famoso por suas 60 histórias sobre o detetive Sherlock Holmes, consideradas uma grande inovação no campo da literatura criminal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê sua opinião e ajude o Baú!

Baú de Histórias Designed by Templateism.com Copyright © 2014

Layout feito pelo blog lamoonier.blogspot.com.br e ilustração porhttp://www.kaccaucarvalho.com/ . Tecnologia do Blogger.