Últimas Notícias:

[Resenha] - Tentação Sem Limites #2, Abbi Glines

Olá Leitores!

 Gênero: Ficção Americana, Romance, New Adult
Título (Original): Never too Far
Autor: Abbi Glines
Editora: Arqueiro          
Páginas: 208
Edição/Ano: 1° Edição, 2014
 A vida de Blaire Wynn não foi nada fácil. Sua irmã gêmea morreu muito cedo, seu ex-namorado e melhor amigo a traiu e ela precisou cuidar da mãe doente até o último dia de sua vida. Depois de tanto sofrimento, o que ainda seria capaz de machucá-la? O terrível segredo de Rush Finlay. Depois de se apaixonar perdidamente por ele, Blaire descobriu algo cruel que destruiu para sempre o mundo que conhecia. Agora ela está mais sozinha do que nunca e precisa recomeçar a vida longe de todos que a feriram. O único problema é que não consegue deixar de amá-lo. Rush Finlay também não sabe o que fazer. Apesar das tentativas dos amigos e da família para animá-lo, o rapaz segue desolado. Ele já não quer saber da vida que levava, regada a festas, bebidas e mulheres. É atormentado pelas lembranças de um sentimento que jamais imaginara que fosse conhecer e que não pôde ser vivido plenamente. Nem Rush nem Blaire imaginavam que seus universos pudessem se transformar de forma tão radical. Porém, a maior reviravolta das suas vidas ainda está por vir. E ela será tão intensa que obrigará Blaire a engolir o orgulho, voltar a Rosemary, na Flórida, e enfrentar seus inimigos. Rush por sua vez, terá que lutar para consertar seus erros e se provar digno da confiança e do amor dela. Segundo volume da trilogia Sem Limites, que já vendeu mais de 5 milhões de exemplares no mundo, Tentação sem limites é tão viciante e tentador quanto uma paixão proibida.  -Skoob



Porque este livro

Desde que li Paixão sem Limites (resenha) em janeiro, estava louca pela sequência ainda mais por saber que seria narrado pelo ponto de vista de Rush também (s2).

Enredo

O que dizer de uma sequência que eu esperava tanto? Eu gostei. Não me decepcionei em muita coisa... Vou explicar

[SPOILERS]


  Este livro é narrado pelo “casal” Blaire e Rush, e retorna do mesmo ponto onde parou o livro anterior, ou pelo menos, quase isso.

  Blaire está gravida, isso nós não temos dúvida, mas como ela é uma garota nova e ainda por cima não tem apoio algum da família, digo do pai, ela aceita logo de cara a ajuda da sua melhor e única amiga Bethy.

  Com receio de voltar a cidade de Rosemary, onde ela teve as piores lembranças depois da morte de sua mãe e irmã, ela não tem escolha, precisa de um lugar para morar, um emprego que a pague bem. Mas seu único problema é rever Rush.

  Rush (seu lindo), ele está na mesma, se culpando por tudo o que houve com Blaire, sentindo a falta dela, ignorando amigos, coisa de gente apaixonada. Quando sabe por meio de Bethy que sua amada está de volta a Rosemary seu pensamento se foca em uma única coisa: Reconquista-la.

Narrativa

   Eu goste muito do livro, a autora evoluiu muito na escrita dos personagens fazendo com que eles amadurecessem, o que foi bom principalmente para a querida e inocente – Não mais – Blaire.

   Ela é um pouco irritante neste livro, está sempre na dúvida do que fazer ou não fazer. Eu entendo que ela acha que está passando por uma situação horrível mas gente, existe várias garotas mais novas do que ela que engravidam e não ficam nesse dilema de pobre coitada. Ou melhor elas vão em busca de ajuda, de todos principalmente do pai da criança.

  Já Rush, pobre Rush, ele é o coitadinho da estória, sempre pelos cantos sofrendo a perda da amada e ao mesmo tempo a perda da irmã. Difícil escolha não? Irmã ou namorada...

   Em certos ponto da estória principalmente no final o leitor fica muito nervoso com as atitudes totalmente sem noção dele. Mas nada do que algumas páginas adiante não ajudem (risos).




Conclusão

  Se eu recomendo? Claro! Além de ser um tema bem legal, a leitura flui tão depressa que quando você para pra ver quantas páginas faltam para acabar se dá conta de que são menos de 10.

  Continuo com a mesma opinião do livro anterior (resenha) detesto palavrões em livros, não é só porque tem cenas mais quentes que tem que ter linguagem chula. Se você é um leitor não se importa com isso, tudo bem vai em frente com a leitura, caso ao contrário, pense bem e tente apenas ignora-los.


Melhor Quote

"Talvez tenha tido tempo suficiente para lhe dar com os problemas dela. E se ela voltar? O que você faria? - Grant me perguntou.
O que eu faria? Eu imploraria.  Página 24.


Classificação: 4/5


Livro cedido pela Editora Arqueiro para resenha.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê sua opinião e ajude o Baú!

Baú de Histórias Designed by Templateism.com Copyright © 2014

Layout feito pelo blog lamoonier.blogspot.com.br e ilustração porhttp://www.kaccaucarvalho.com/ . Tecnologia do Blogger.