Últimas Notícias:

Eva, Anna Carey - Eva #1



Saudações!

Eva da Anna Carey é o primeiro livro da trilogia Eva. Já foram publicados os dois primeiros volumes da trilogia e o 3º não tem data de publicação aqui no Brasil (na gringa já saiu).

Fazia tempo que eu não lia uma distopia, a última que havia lido foi o primeiro volume da Trilogia O Teste (#) e não foi lá grande coisa. Houve um tempo em que o mercado estava saturada deste gênero mas por agora, parece estar diminuindo gradativamente dando espaço aos new adult e afins.

Título: Eva
Série: Eva Livro: 1
Autor: Anna Carey
Formato: Ebook
Editora: Galera Record
Páginas: 288
Ano: 2013
Nota: 3.5/5


A guerra dos sexos está apenas começando... No futuro, uma praga mortal aniquilou a população da terra. Homens e mulheres seguem segregados. Os meninos são mandados para campos de trabalho forçado. As meninas, para Escolas onde aprendem uma profissão chave na reconstrução mundial. Mas as aparências enganam... E Eva está prestes a descobrir que a verdade pode ser muito mais terrível do que o vírus que varreu seu país. Está prestes a descobrir que seu futuro pode ser mais parecido com a da primeira mulher a levar seu nome...
Ambientado num mundo pós apocalíptico assolado por uma praga onde garotos e garotas vivem em locais separados somos apresentados ao universo complexo de controle que Carey criou. Os garotos – na maioria órfãos de pais que morreram pela praga ou que não tinham de condições de sustenta-los – eram enviados a campos de trabalho forçado onde crianças de sete, oito anos tinham de cavar túneis e desmontar prédios antigos a fim de reconstruir e futuramente viver num novo mundo. 

As garotas por sua vez, vivam em escolas especiais durante anos onde aprendiam de tudo: artes, música, literatura, bons modos e o mais importante, aprendiam que os homens eram as piores criaturas que seu deus havia posto no mundo e que elas deviam temer tudo o que os cercava. Se seguissem as regras, fossem boas alunas e nunca saíssem das dependências da escola tais se formariam e iriam aprender um ofício (uma faculdade) para que no futuro pudessem vivem num mundo novo.

Tal “mundo novo” é chamado de Cidade de Areia, comandado pelo Rei que é o único homem correto e que se podia confiar. Porém como nem tudo são flores, as garotas jamais aprenderiam um ofício e os meninos jamais poderiam viver na cidade reconstruída. Elas tornar iam-se parideiras (para repovoar o mundo a mandado do Rei) e eles morreriam trabalhando pelos outros sem nunca receber agradecimento.

Quando Eva, uma garota de 16 anos totalmente ingênua descobre o que Arden (uma colega da Escola) havia dito sobre o real futuro delas antes de fugir era verdade, ela encontra uma forma de também fugir e ir em busca de abrigo fora dos comandos do Rei. Quando encontra Arden em mais um dia na floresta escura ambas se juntam para seguir em direção a Califia um abrigo, é neste momento que a amizade das duas começa e é tão lindo.

Em meio a perseguições comandadas pelo Rei e seu governo as duas garotas se veem sem esperança, sem forças para lutar é aí que são ajudadas por Caleb. Eva não sabe se aceita ajuda ou corre uma vez que como sempre havia aprendido, homens são perigosos e as meninas deviam manter-se longe deles. Contrariando ao poucos seus princípios (que na verdade eram falsos) ela aceita sua ajuda e ambas as meninas fogem para o acampamento só de garotos. Aos poucos Eva entende que nem todo homem é igual e que Caleb era a prova disso. Nasce um romance entre os dois mas isso é de longe o foco principal do livro, se pensam que o amor vai “rolar solto” desistam, é bem mais que isso.


“– Às vezes parece que tudo o que preciso saber eu não sei. E todas as coisas que sei estão completamente erradas.”
Como eu comentei lá no Skoob (#) e Goodreads (#) do blog, a proposta é muito boa! Garotas ensinadas a odiar homens? Ensinadas que o amor não existe? Serem engadas com a promessa de um futuro onde a única coisa que lhes aguardam é a gravidez induzida até seus corpos não serem mais “apropriados”? Foi uma ideia brilhante de Anna Carey! Contudo a escrita da autora me decepcionou.

A forma com que os fatos foram apresentados, o ritmo dos acontecimentos me decepcionou bastante. Apesar de haver muita descrição de algumas ações eu senti falta de descrição em outras, havia momentos em que eu sentia que a autora jogou os acontecimentos ali. No restante eu gostei bastante.


“- E “nossa gerações terá de se lamentar não apenas pelas palavras e ações odiáveis das pessoas más, mas também pelo espantoso silêncio das pessoas boas".”

O final foi legal, deixou muitas questões para serem abordadas e futuramente resolvidas nos outros livros. Vou continuar lendo e volto para contar o se mudei de ideia ou não.

5 comentários:

  1. Eu li essa série há um tempo atrás, mas achei que o romance estava bastante em foco durante a série toda, gostei bastante, só esperava mais do final.

    Beijos.
    www.sigolendo.com.br

    ResponderExcluir
  2. A premissa e a ideia da autora são realmente muito interessantes, pena ela não ter conseguido narrar os fatos de um modo melhor, mas pode ser que com o decorrer da saga, a autora surpreenda. Ainda assim quero ler e.e Abraços, amei a resenha ^^

    ResponderExcluir
  3. Achei a trama bem criativa para ser sincera, mesmo ela tendo pecado na falta de descrição eu gostei, vou adicionar lá no skoob.

    ResponderExcluir
  4. Passando pela net encontrei o seu blog, estive a folhear achei-o muito bom, feito com muito bom gosto.
    Tenho um blog que gostava que conhecesse. O Peregrino E Servo.
    PS. Se desejar fazer parte dos meus amigos virtuais faça-o de forma a que eu possa encontrar o seu blog para o seguir também.
    Que haja paz e saúde no seu lar.
    Com votos de saúde e de grandes vitórias.
    Sou António Batalha.
    http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  5. Everything is SO cute! I don't think I could pull off most of it. It's so delicate and cute and very different!

    ResponderExcluir

Dê sua opinião e ajude o Baú!

Baú de Histórias Designed by Templateism.com Copyright © 2014

Layout feito pelo blog lamoonier.blogspot.com.br e ilustração porhttp://www.kaccaucarvalho.com/ . Tecnologia do Blogger.