Últimas Notícias:

[Wishilist] - Minha fase policial....

Boa tarde gente!

         Para quem acompanha meu instagram (@srta_piovesan) fica sempre por dentro das minhas leituras e tudo mais. Essa semana comecei o livro “O Silêncio dos Inocentes” aquele que deu origem ao filme (mais perfeito deste universo) de mesmo nome estrelado por Anthony Hopkins e Jodie Foster.

         Desde que minha mãe me apresentou este filme foi crescendo aquele gosto maluco e macabro por assassinatos e serial Killers, coisas sangrentas e tudo mais. Para mim quanto mais melhor ;) 

         Enfim, lá estou eu na fase de livros/filmes policiais e este é o tema(com exceções) desta Wishilist

Joyland - Um pequeno conselho: não se aventure na roda-gigante em uma noite chuvosa.
Carolina do Norte, 1973. O universitário Devin Jones começa um trabalho
temporário no parque Joyland, esperando esquecer a namorada que partiu seu coração. Mas é outra garota que acaba mudando seu mundo para sempre: a vítima de um serial killer.
      Linda Grey foi morta no parque há anos, e diz a lenda que seu espírito ainda assombra o trem fantasma. Não demora para que Devin embarque em sua própria investigação, tentando juntar as pontas soltas do caso. O assassino ainda está à solta, mas o espírito de Linda precisa ser libertado — e para isso Dev conta com a ajuda de Mike, um menino com um dom especial e uma doença séria.
      O destino de uma criança e a realidade sombria da vida vêm à tona neste eletrizante mistério sobre amar e perder, sobre crescer e envelhecer — e sobre aqueles que sequer tiveram a chance de passar por essas experiências porque a morte lhes chegou cedo demais.#OsQueMaisQuero
 
O Futuro da Mente - Físico mundialmente 
 reconhecido e autor de sucessos como Hiperespaço e Mundos paralelos, Michio Kaku examina o funcionamento do cérebro e apresenta as mais importantes pesquisas em andamento na área da neurociência em O futuro da mente. De forma clara e acessível, Kaku conduz o leitor pelo complexo universo do funcionamento do cérebro, passando por questões profundas como os conceitos de consciência e alma, e mostra que estamos a poucos passos de tornar realidade avanços até então considerados pura ficção científica, como gravar memórias, filmar sonhos, encontrar a cura para doenças como o mal de Alzheimer e movimentar objetos com o poder da mente, entre outros.

John Lennon em Nova York - 1971. 
       John Lennon se muda para Nova York na expectativa de assumir o papel de artista solo e produtor, ávido por se juntar à luta por justiça social e pelo fim da Guerra do Vietnã. Acolhido pelos líderes do movimento contra a guerra, estabeleceu-se no Greenwich Village e rapidamente tornou-se porta-voz do Movimento, inspirando solidariedade e defendendo causas.             Visto como salvador por uma geração carente de heróis culturais, foi perseguido por Nixon e um governo sedento por silenciar seus inimigos e temeroso de que Lennon pudesse influenciar decisivamente a eleição presidencial que se avizinhava. Na mesma época, Lennon aprendeu a defender os ideais feministas e lançou Imagine e Some Time in New York City.       Esta biografia única e ilustrada se baseia em entrevistas inéditas feitas pelo autor com os membros da banda underground norte-americana de Lennon, a Elephant’s Memory; com a escritora e líder feminista Gloria Steinem; com o cofundador da Bancada Negra do Congresso, Ron Dellums; com o veterano dos “Sete de Chicago” Rennie Davis; com o advogado especializado em imigração Leon Wildes; e com o poeta e ativista John Sinclair, o homem que Lennon libertou de uma sentença de dez anos de prisão – feito que demonstrou seu enorme poder político e cultural e pôs em marcha a surpreendente história aqui contada.
Linda, como no caso do assassinato de Linda - Suécia. Em um verão especialmente quente, Linda Wallin, aluna da Academia de Polícia de Växjö, é brutalmente estuprada e assassinada. Evert Bäckström, policial machista e autocentrado de Estocolmo, recebe a missão de comandar a investigação do crime e desloca sua equipe para a bucólica cidade. Egoísta, vaidoso e cheio de preconceitos, Bäckström não demonstra senso de dever ou responsabilidade. É um homem capaz de sentir afeto apenas por seu peixinho dourado e por garrafas de bebida — o retrato da mediocridade e da mesquinhez. Para resolver o caso, a resignada equipe de policiais precisará correr contra o tempo e seguir as escassas pistas que a intransigência de Bäckström não deixou escapar. No mundo cínico criado por Persson, povoado por abutres de todos os tipos, a justiça só triunfa parcialmente. Um romance impiedoso, mas que retrata a realidade de modo absolutamente hilariante.#SóPelaCapa

  Peter Pan Tem Que Morrer - Peter Pan tem que morrer traz de volta o detetive Dave Gurney, protagonista de Eu sei o que você está pensando, Feche bem os olhos e Não brinque com fogo. “Uma sofisticada trama de suspense que os aficionados por mistério adorarão tentar resolver. Com um enredo tenso, cheio de intrigas inimagináveis, Peter Pan tem que morrer desafia a inteligência do leitor até sua dramática e espantosa conclusão.” – Library Journal No mais tortuoso romance policial escrito por John Verdon, o especialista em mistérios David Gurney dedica sua mente brilhante à análise de um assassinato terrível que não pode ter sido cometido da forma como os investigadores responsáveis pelo caso afirmam que foi. Detetive aposentado do Departamento de Polícia de Nova York, ele precisa cumprir uma espinhosa tarefa: determinar a culpa ou a inocência de uma mulher condenada pela morte do próprio marido. Ao descascar as diversas camadas do caso, Dave logo se vê travando uma perigosa guerra de inteligência contra um investigador corrupto, um cordial e desconcertante chefe da máfia, uma jovem linda e sedutora e um assassino bizarro que tem a altura e os traços de uma criança – aparência que lhe rendeu o apelido de Peter Pan. A uma velocidade assombrosa, reviravoltas assustadoras começam a ocorrer e Dave é sugado com força cada vez maior para dentro de um dos casos mais sombrios de sua carreira.#SóPelaCapa

   Social Killers – Amigos Virtuais, Assassinos Reais é um livro assustadoramente
verdadeiro. Seus autores, RJ Parker e JJ Slate, reúnem alguns dos casos mais angustiantes de criminosos que usaram as redes sociais para se aproximar de suas vítimas. Stalkers, predadores sexuais, assassinos, canibais, torturadores. A lista, infelizmente, não é pequena. E novas solicitações de amizade continuam chegando a cada dia.
   Parker e Slate deixam claro que esse não é um fenômeno novo. Muito antes da internet, criminosos usavam classificados de jornal para descobrir e atrair suas presas. Mas o anonimato da web permite que cada vez mais lobos usem roupas de cordeiro nas suas fotos de perfil.
   Mas existe luz no fim do túnel. Analisando mais de trinta casos famosos, os autores demonstram como as forças da lei estão usando, com sucesso, as novas ferramentas de comunicação para investigar e prender foras da lei e desmantelar quadrilhas. E ainda ensinam dicas de segurança. Social Killers – Amigos Virtuais, Assassinos Reais é um alerta para todos nós, que passamos tanto tempo conectados.#OsQueMaisQuero

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê sua opinião e ajude o Baú!

Baú de Histórias Designed by Templateism.com Copyright © 2014

Layout feito pelo blog lamoonier.blogspot.com.br e ilustração porhttp://www.kaccaucarvalho.com/ . Tecnologia do Blogger.