Olá! Meu nome é Carolina Piovesan mas podem me chamar de Carol. Sou estudante de Biomedicina, amante de literatura e dona de uma loja online no Twitter (@ineedushop) de produtos fanmade kpop.

21/03/2015

Primeiras Impressões - A Playlist de Hayden

Saudações õ/


Nome: A Playlist de Hayden
Editora: Novo Conceito
Autor: Michelle Falkoff
Lançamento: 06 de Abil
Skoob 
"Depois da morte de seu amigo, Sam parece um fantasma vagando pelos corredores da escola - o que não é muito diferente de antes. Ele sabe que tem que aceitar o que Hayden fez, mas se culpa pelo que aconteceu e não consegue mudar o que sente.Enquanto ouve música por música da lista deixada por Hayden, Sam tenta descobrir o que exatamente aconteceu naquela noite. E, quanto mais ele ouve e reflete sobre o passado, mais segredos descobre sobre seu amigo e sobre a vida que ele levava.A Playlist de Hayden é uma história inquietante sobre perda, raiva, superação e bullying. Acima de tudo, sobre encontrar esperança quando essa parte parece ser a mais difícil."




       Meus comentários de hoje são sobre os oito primeiros capítulos do livreto A Playlist de Hayden, enviado como "brinde" da Editora Novo Conceito.

       Quando recebi este livreto confesso que achei muito estranho, mesmo não tendo sido renovado como parceiro da editora fiquei muito surpresa em recebido estes primeiros capítulos! 

       Enfim, A Playlist de Hayden é um livro denso e pesado que trata de uma assunto tão comum porém absurdamente errado: Bullying.

       Logo no prólogo sabemos que Hayden suicidou-se (overdose de remédios + bebidas alcoólicas) logo após uma festa. Porém quem é o narrador e personagem do livro é o Sam o melhor e supostamente o único amigo de Hayden. Imaginem uns garotos que estão prestes a entrar no ensino médio e são nerds daqueles que colecionam diversos objetos de Star Wars e afins. Como se trata de um livro denso, tendo como tema principal o bullying e o suicídio ele chega a fazer o leitor lacrimejar os olhos (caso este se identifique com o personagem).

       O mais sensacional destas 85 páginas é o fato que a autora soube muito bem unir elementos tão comuns que nos rodeiam todos os dias. A questão de existir uma playlist deixada pelo falecido como uma explicação de sua morte foi uma jogada sensacional!

       Por enquanto, recomendo a leitura gente :)
Assim que eu receber o livro completo eu trago minha opinião (completa) para vocês.

2 comentários:

  1. O livro parece bem instigante, mas o tema é muito triste, confesso que fiquei curiosa para saber qual a A Playlist que Hayden deixou.

    ResponderExcluir
  2. Esse livro é maravilhoso. Li, me emocionei e fiquei o tempo inteiro querendo que Hayden voltasse. Apesar dele estar morto desde as primeiras páginas é um personagem marcante dentro de toda a história e está tão próximo do leitor quanto Sam. Mesmo sendo um livro denso eu recomendo essa leitura!

    Beijokas Carol.
    http://minhacontracapa.com.br/

    ResponderExcluir

Dê sua opinião e ajude o Baú!

Total de visualizações de página

Leitores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *